Buscar

5 Dicas imperdíveis para o verão

Poder usar roupas leves, sapatos abertos, ir a praia, tomar sol, são algumas das coisas que amamos fazer no verão. Aí vão 5 dicas incríveis para desfrutar desses momentos e muitos outros sem descuidar de alguns aspectos muito importantes!


PROTEJA SUAS MÃOS

As mãos assim como a nossa face, ficam expostas ao tempo, e são as áreas do corpo que envelhecem mais rápido, sofrendo com mudanças de temperatura, poluição e, agora com a pandemia, com ações diretas de higienizadores, produtos químicos e álcool. Esses produtos são levemente agressivos e desidratam a pele, além de causarem inúmeros efeitos negativos para a epiderme (desidratação intensa, descamação, alergias, etc). O ideal é sempre protegê-las com uma película hidratante pela manhã e a noite, além de usar protetor solar antes de se expor aos raios UVA e UVB, pois por ficarem em contato com o sol quando você guia ou pratica qualquer atividade ao ar livre, elas sofrem interação direta dos raios prejudicando a pele. E saiba que dentro de ambientes internos com luzes artificiais, a ação de oxidação, desidratação e envelhecimento precoce também existe e deve ser tratada da mesma forma.


AMENIZE O INCHAÇO

Para amenizar os inchaços das pernas devemos sempre caminhar, pelo menos 30 minutos por dia, fazer alongamentos e tomar bastante água ou líquidos sem adição de sódio ou químicos. Os sucos de caixinhas, águas de coco, chás industrializados, refrigerantes, bebidas alcoólicas, por exemplo, possuem um certo teor de sódio e de conservantes que ajudam a inchar o corpo, retendo mais líquido. Evite esse tipo de hidratação durante o verão. Além desses cuidados básicos, devemos evitar sapatos apertados, de salto e, pelo menos uma vez ao dia, fazer uma massagem nas pernas e pés com cremes, géis ou óleo vegetal, que servirão como base, associados a óleos essenciais. Os mais indicados são: óleo de menta, de alecrim ou os 2 juntos em sinergia. O óleo de alecrim é excelente para o sistema circulatório em geral, é tônico e estimulante, mas não deve ser usado para quem tem pressão alta, nesse caso, evite o uso na pele e no difusor de ambientes. O óleo de menta é excelente para inchaços por ser vasoconstritor, carminativo e anti-inflamatório. Os óleos essenciais não podem ser passados na pele puros, devem ser misturados as bases carreadoras que são os cremes neutros, géis ou óleo vegetal de sua preferência. Use sempre na seguinte proporção: Para cada 4 ou 5 ml de óleo vegetal ou 2 colheres de sopa de creme ou gel, 2 gotas de óleo essencial. Atenção, dê preferência para o uso durante o dia, pois a menta e o alecrim tiram o sono, despertam o corpo.




CUIDE DAS UNHAS DOS PÉS

Os cuidados com os pés devem ser maiores do que os com as pernas, já que os pés sustentam todo o peso do nosso corpo. Por eles podemos ter contatos também com fungos, bactérias e micoses. Nas temperaturas úmidas e quentes, os fungos e micoses proliferam mais facilmente. Tome cuidado também na hora de retirar as cutículas dos dedos dos pés. Elas são a nossa proteção para que as unhas estejam sempre saudáveis. Por isso, retirar muito as cutículas, lixar os pés ou cortar as unhas rentes a pele pode acarretar em contaminações. O corte ideal para as unhas dos pés é sempre reto com cantos levemente arredondados para não encravar. Use os óleos essenciais associados as bases carreadoras antes de dormir nos pés. Coloque meia se achar necessário. É excelente para a saúde das unhas e pés extremamente ressecados. Nesse caso misture 4 ou 5 ml de óleos vegetal, creme neutro ou gel com 2 gotas de óleos essências: coloque 1 gota de lavanda e 1 de melaleuca. O óleo de lavanda ajuda a acalmar, tranquilizar, é antisséptico e regenerador celular. É o mais usado e tradicional do mundo. Já o de melaleuca fortalece o sistema imunológico e age diretamente como antisséptico, antiviral, antifúngico, parasiticida, germicida e cicatrizante.





USE A AREIA A FAVOR DE SEUS PÉS

A areia serve como um esfoliante natural, removendo as células mortas da epiderme. Sempre que esfoliar um local, a pele voltará e no caso dos pés pode retomar mais grossa. Se faz muito tempo que não anda descalço, não é indicado ter contato direto com areia da praia. Primeiro deixe os seus pés acostumarem com o ar, com o piso e depois arrisque caminhar na areia sem medo. O contato com a areia ajuda na oxigenação da pele, na saúde mental, emocional e espiritual, mas cuidado com os fungos, bactérias e micoses. Se estiver com algum corte externo nos pés não fique descalça e use sapatos abertos.


ATENÇÃO AOS FUNGOS

Os sapatos classificados como abertos, ou totalmente abertos como chinelos e rasteirinhas só prejudicarão os pés se ficarem molhados ou se o piso estiver de alguma forma em contato com os pés, por exemplo, na areia, onde você pisa com chinelo e fica com os pés cheios de grãos, nesse caso tenha atenção redobrada para que não haja contaminação por fungos, bactérias ou micoses. Os fungos e micoses estão presentes em praias que possuem a presença de cachorros, locais com esgotos abertos ou pequenos riozinhos que desembocam no mar. Por isso, fique atento para não ter problemas de saúde. Para micoses e fungos, use após o banho e com os pés totalmente secos, uma mistura de 2 ml de óleo vegetal ou ½ colher de creme neutro para 1 gota de melaleuca e 1 de tomilho. Passar sempre de noite antes de dormir (diariamente, por até 45 dias seguidos). O óleo de tomilho é poderoso fungicida, rico em timol, fortalece a pele e elimina pruridos de pequenas infecções cutâneas. Como preventivo, use a melaleuca com a lavanda.



Por Cristiane Pagliuchi

Eng Cosmética, Aromaterapeuta, especializada em osmologia, psicoaromaterapia e linguagem do corpo.



33 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

WNF - World's Natural  Frangances

SAC: (11) 3857-7790
2ª a 5ª das 8h às 18h e 6ª feira das 8h às 17h

E-mail: sac@wnf.com.br

© 2020 por @onebranding