Buscar

QUAL A DIFERENÇA E QUANDO ESCOLHER OS ÓLEOS DE LAVANDA, LAVANDIN E LAVANDA BRASIL?

Atualizado: 29 de jun.



Por mais que pareçam iguais, esses óleos são diferentes e podem ser usados em diversas técnicas de Aromaterapia.


Cada óleo é extraído de uma planta diferente, sendo que a Lavanda é conhecida como Lavanda francesa e é extraída da espécie Lavandula angustifólia ou Lavandula officinalis. Já o Lavandin é extraído da espécie Lavandula hybrida e a Lavanda Brasil é extraída da espécie Lavandula dentata. O processo de destilação das três espécies é o mesmo: destilação por arraste a vapor. A planta cortada inteira é colocada em uma dorna que terá contato com pressão de vapor. Essa pressão “cozinha” a planta que, após passar pelo condensado, terá seu óleo essencial, hidrolato ou água termal, extraído.


No método de destilação a vapor são utilizados muitos quilos de planta para se obter uma porcentagem pequena de óleo essencial. O rendimento das lavandas é de aproximadamente 10 gramas de óleo essencial para cada 1 quilo de planta in natura.


Na França, em 2018, foram produzidos aproximadamente 1500 toneladas do óleo de Lavandin e de lavandula angustifólia, 50 toneladas. O óleo essencial de Lavandin é mais barato e seu aroma é mais fresco, mas atende a certas funcionalidades da Lavanda no organismo humano e animal. É bastante usado para aromatizar produtos sanitários e de perfumaria, pois seu preço atende bem as demandas de mercado.


O panorama é mais complicado quando entram as produções da Bulgária, Inglaterra, Rússia e outros países. Mas, aqui no Brasil, uma espécie que se adaptou muito bem é a Lavandula dentata, que, diferentemente da Lavanda ou Lavandin, nos quais os compostos principais são Acetato de linalila e Linalol, tem como composto majoritário o 1,8-cineol, sem apresentar Acetato de Linalila, e com Linalol de em média 6 até 8 %. A Lavanda Brasil, rica em 1,8-cineol, tem propriedades respiratórias, descongestionantes e expectorantes, atuando também como relaxante muscular e regenerador celular (excelente para queimaduras).



Os óleos essenciais de Lavanda, ricos em Acetato de Linalila e Linalol, impedem a redução de serotonina, chamado de “hormônio da felicidade”, por isso sua ação antidepressiva e relaxante. É o óleo essencial mais usado para ajudar a dormir e proporcionar paz e tranquilidade.





A Lavanda angustifólia ou officinalis e o Lavandin são óleos essenciais muito parecidos nos compostos majoritários, já que são ricos em Linalol e Acetato de Linalila. A diferença começa nos compostos de concentrações menores, por exemplo, a presença de cânfora (aspecto mais conhecido). Na Lavanda angustifólia ou officinalis o nível de cânfora é muito baixo (trações até 0,5%), mas no Lavandin pode chegar a 6%.


Essa é uma das principais formas de diferenciar as Lavandas e identificar a concentração de cânfora na análise cromatográfica.


Portanto, se você precisa de uma funcionalidade para o sistema respiratório e muscular, a melhor escolha será a Lavanda Brasil. Se você tem como objetivo relaxar e dormir com perfume intenso e floral, a melhor escolha será a Lavanda angustifólia ou a officinalis e se você pretende obter as propriedades calmantes, mas prefere um aroma com notas olfativas mais frescas e menos intenso, sua escolha será o Lavandin.


Como usar:


Para banhos de imersão:

Em um recipiente separe 10 ml de óleo vegetal (pode ser girassol, amêndoas doces, semente de uva, abacate ou gérmen de trigo) e misture esse óleo com 20 ml leite integral de vaca ou de castanhas, bem gordo. Adicione a essa mistura 10 gotas do óleo essencial de sua escolha. Atenção para a temperatura da água da banheira, que deve ser de no máximo 38 graus. Permaneça na imersão por 20 minutos. Para relaxar e dormir melhor, use a Lavanda angustifólia ou officinalis. Esse banho é ideal para ser feito antes de dormir.


Para escalda pés:

Em uma bacia adicione água morna e 6 gotas de óleo essencial de sua escolha. Permaneça com os pés na imersão por até 15 minutos. Logo após, seque os pés e coloque uma meia, não tomando friagem. Ideal para relaxar e cuidar dos pés após um dia cansativo de trabalho. Para essa finalidade faça um blend de Lavanda angustifólia ou officinalis e Lavanda Brasil, adicionando três gotas de cada.


Para hidratação pós-banho:

Em um recipiente misture 10 ml de óleo vegetal (pode ser girassol, amêndoas doces, semente de uva, abacate ou gérmen de trigo) com 5 gotas de óleo essencial da sua escolha. Aplique em todo o corpo após o banho ainda com a pele molhada. É um excelente hidratante corporal e pode ser usado também na face.


No difusor:

Pode ser usado no difusor elétrico, de lâmpadas, à vela e ultrassônico. Para tanto, coloque água no difusor e pingue até 15 gotas de óleo essencial. Permaneça no ambiente por até 3 horas. Cada difusor é capaz de atingir uma área de aromatização diferente. Prefira o difusor ultrassônico, que possui uma capacidade de difusão maior e utiliza uma menor quantidade de óleo essencial por metro quadrado.


Pode perguntar: @cristiane_wnf ou e-mail cristiane.pagliuchi@wnf.com.br

Fonte: Cristiane Pagliuchi


#Aromaterapia #CristianePagliuchi #oleoessencial #oleosessenciais #wnf #aromastock #wnfoficial #aromastockoficial #Lavanda #LavandaBrasil #Lavandin #Oleodemassagem #Lavanda #Oleosprontoparapele #Tiadolores #ibd #iso9001


Por Cristiane Pagliuchi


Eng Cosmética, Aromaterapeuta, especializada em osmologia, psicoaromaterapia e linguagem do corpo.



106 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo